.:: Mascaro Nascimento Advogados ::.
Notícias

Conteúdo Jurídico

Conteúdo Jurídico
Atuação
Boletins
Conteúdo Jurídico
Endereços
 
Reflexões sobre a Reforma Trabalhista (87): Hierarquia das convenções e acordos coletivos
Princípio da norma mais favorável ao trabalhador foi afastado pela Lei 13.467/17 na solução dos conflitos entre convenções e acordos coletivos de trabalho.
Reflexões sobre a Reforma Trabalhista (86): Ultratividade da convenção ou acordo coletivo
Convenções e acordos coletivos não geram efeitos ultrativos (após o fim de sua vigência) em nenhuma hipótese.
Reflexões sobre a Reforma Trabalhista (85): A negociação coletiva XV
Não podem ser negociados por convenção e acordo coletivo: os tributos e créditos de terceiros, nem as normas de proteção do trabalho da mulher e da maternidade.
Reflexões sobre a Reforma Trabalhista (84): A negociação coletiva XIV
Liberdade sindical e direito de greve não podem ser suprimidos ou reduzidos por negociação coletiva
Reflexões sobre a Reforma Trabalhista (83): A negociação coletiva XIII
É vedada a negociação coletiva sobre: Seguro contra Acidente de Trabalho, direito de ação do trabalhador, admissão e vagas do trabalhador com deficiência, trabalho noturno insalubre de menores, igualdade de direitos do trabalhador avulso.
Reflexões sobre a Reforma Trabalhista (82): A negociação coletiva XII
Não podem ser suprimidos por negociação coletiva: normas de proteção da mulher, aviso prévio proporcional, Saúde, Higiene e Segurança, adicional de insalubridade, aposentadoria
Reflexões sobre a Reforma Trabalhista (81): A negociação coletiva XI
Não podem ser suprimidos por negociação coletiva: serviço extraordinário renumerado, férias de 30 dias com direito ao terço, licenças maternidade e paternidade.
Reflexões sobre a Reforma Trabalhista (80): A negociação coletiva X
Não podem ser suprimidos por negociação coletiva: 13º, renumeração maior para trabalho noturno, normas sobre proteção do salário e Salário-família, assim como repouso semanal renumerado.
Reflexões sobre a Reforma Trabalhista (79): A negociação coletiva IX
Identificação profissional, seguro-desemprego, FGTS e salário mínimo não podem ser suprimidos por negociação coletiva
Reflexões sobre a Reforma Trabalhista (78): A negociação coletiva VIII
Reforma elenca direitos que não podem ser suprimidos ou reduzidos por convenção ou acordo coletivo.
Reflexões sobre a Reforma Trabalhista (77): A negociação coletiva VII
Reforma prevê regras para dispensa imotivada, cláusula compensatória e litisconsórcio necessário nas negociações coletivas
Reflexões sobre a Reforma Trabalhista (76): A negociação coletiva VI
Novas regras sobre aplicação, interpretação e tratamento processual das convenções e acordos coletivos.
Reflexões sobre a Reforma Trabalhista (75): A negociação coletiva V
Reforma autoriza negociação coletiva sobre grau e prorrogação de jornada de uma atividade em condições insalubres.
Reflexões sobre a Reforma Trabalhista (74): A negociação coletiva IV
Nova CLT permite negociação coletiva sobre renumeração por produtividade e desempenho individual, registro de jornada e dia do feriado do trabalhador.
Reflexões sobre a Reforma Trabalhista (73): A negociação coletiva III
Reforma autoriza negociação coletiva sobre teletrabalho, regime de sobreaviso e trabalho intermitente
Faça uma busca em Conteúdo Jurídico
Palavra-Chave:
Data da Publicação:
Buscar em :
Artigos
Legislação
Jurisprudência
Eventos
Página Anterior 1 2 3 4 5 Próxima Página
São Paulo: Tel: +55 11 2175-9000 - Fax: +55 11 3256-7401
© Mascaro Nascimento Advogados 2010 Todos os direitos reservados
Twitter Facebook LikedIn
Desenvolvido por: Original Design