artigos - 04/10/2023

A liderança natural e sua importância nas relações trabalhistas e negociações sindicais

Edno Martins

Não tenho nenhuma dúvida que a eficácia e o sucesso político, administrativo e econômico nas relações trabalhistas e negociações sindicais estão intimamente ligados à gestão estratégica e eficaz da respectiva área, conduzida de forma positiva pelas corporações.

A forma com que as empresas conduzem estrategicamente a gestão interna e externa das relações trabalhistas e sindicais sempre indicará o destino e principalmente o resultado a ser obtido em um futuro próximo.

Vamos então, de maneira bastante resumida, tratar sobre alguns aspectos importantes que devem ser observados e especialmente aplicados pela administração corporativa na gestão das relações trabalhistas e sindicais.

O primeiro grande tema, necessariamente vestibular e oportuno, trata-se do desenvolvimento e aplicação de um projeto válido e formal de Planejamento Estratégico de Relações Trabalhistas e Negociações Sindicais.

O Planejamento Estratégico de Relações Sindicais impacta diretamente nas áreas de gestão de pessoas, áreas produtivas e de apoio, no jurídico trabalhista e, especialmente, de relações trabalhistas, permitindo, assim, a realização de um diagnóstico e, se necessário, na reestruturação do setor de relações trabalhistas e sindicais, definindo o padrão de comportamento que a organização pretende seguir, indicadores e métricas de gestão que permitirão maior eficácia das relações trabalhistas e das negociações sindicais.

Entre as ações em destaque do projeto estratégico de relações trabalhistas e sindicais, iremos neste momento tratar de um tema que merece muita atenção dos gestores das diversas áreas de interesse direto e indireto de relações sindicais: a liderança e sua necessária gestão e capacitação. Mas não estamos nos referindo a qualquer liderança que se apresenta relevante, ou contribui de maneira incisiva para as relações sindicais. Quanto à sua espécie é característica própria, encontramos no ambiente corporativo a Liderança Natural e a Liderança Delegada.

A primeira trata-se de um estilo de liderança que surge espontaneamente e de constituição orgânica, nos grupos ou equipes independentemente de possuírem ou não uma figura dominante estabelecida de maneira formal. O líder natural possui

condições e características próprias, com uma mistura de atributos inatos e absorvidos durante o tempo e que tornam melhor sua atuação como líder de qualquer grupo em que se encontram espontaneamente.

Abaixo podemos vislumbrar algumas características presentes no líder natural, lembrando que não é necessária a existência ou identificação de “todas” as características para a observação válida da liderança natural. Bastam então a existência de algumas características para a identificação válida desta espécie de liderança.

Vejamos:

–  Inteligência Emocional

Inteligência Emocional é a capacidade própria de identificar e fazer a gestão positiva de nossas emoções e sentimentos, bem como poder identificar e influir de forma indireta na emoção das pessoas com quem estamos negociando ou se relacionando.

–  Saber ouvir

O líder natural deverá ter uma grande capacidade de ouvir com sabedoria as propostas, anseios, pedidos e reivindicações da equipe/colegas.

–  Resiliência

O líder natural se mostra capaz de voltar ao seu estado habitual de saúde (física e mental) após passar por uma experiência difícil. Assim, podemos definir resiliência como a capacidade de enfrentar e superar adversidades.

–  Empatia

O líder natural sente e se coloca no lugar de outra pessoa, como se estivesse vivendo a mesma situação. A partir da empatia é possível entender os sentimentos e as emoções do outro

–  Energia e engajamento

Ter energia para ações conjuntas junto aos liderados, engajamento e comprometimento com suas causas e anseios é especialmente importante para o líder natural.

Já o segundo modelo de liderança, a Liderança Delegada, se caracteriza pela atuação do líder cuja autoridade consiste em condição obtida por designação ou delegação da empresa ou instituição que representa.

Não é necessário muito estudo ou análise técnica para descobrir que a liderança mais relevante e impactante para as relações trabalhistas e negociações sindicais é a Liderança Natural. Os trabalhadores seguirão o líder natural com muito mais facilidade e espontaneidade do que poderão seguir ou atender ao líder delegado, cuja figura e autoridade formal se confunde com a do próprio empregador ou empresa.

Por fim, é importante lembrar que os líderes naturais podem ser ainda divididos em líderes naturais positivos e negativos. Mas esta é uma análise para outro momento.

Então possuir um projeto formal que permita a identificação, classificação e gestão adequada da liderança natural de sua empresa é crucial para a contribuição do sucesso das relações trabalhistas e negociações sindicais, mesmo porque essa gestão se bem feita, permitirá o afloramento natural de aspectos positivos da liderança

Não se esqueça que os líderes naturais sempre conduziram de maneira orgânica seus liderados (colaboradores) para os caminhos positivos que sua gestão e capacitação sugerem.

Boa sorte!

Edno Martins

Advogado Especialista em Relações Trabalhistas e Sindicais

Compartilhe

Dr. Marcelo Mascaro

Advogado do Trabalho, CTO

Blog Mascaro

As tendências, oportunidades e novidades das áreas dos direitos do trabalho e cível, de gestão de pessoas e de cálculos trabalhistas e previdenciários

Noticias

Trabalhador trans tem direito a usar qual banheiro na empresa?

Advogado trabalhista explica o que a lei atual defende sobre a disponibilidade de sanitários de ac...

Ler mais
Noticias

Como combater o assédio moral no ambiente de trabalho?

Em artigo, o advogado trabalhista Marcelo Mascaro explica como atender a lei e manter um ambiente de trabalho seguro e sau...

Ler mais
Noticias

Igualdade salarial entre homens e mulheres: a empresa precisa comprovar? Como?

Advogado trabalhista explica como as companhias devem se posicionar para cumprir a lei e as possíveis penalidades, caso a ...

Ler mais
Noticias

A empresa pode fazer perguntas sobre signo e mapa astral em entrevista de emprego?

O advogado trabalhista Marcelo Mascaro explica se uma empresa pode ou não checar o signo durante o processo se...

Ler mais

Direto ao Ponto

por Dr. Marcelo Mascaro

Advogado com experiência e conhecimento, atuando na área há mais de 25 anos, Marcelo Costa Mascaro Nascimento mantém viva a tradição e a referência do nome Mascaro Nascimento.

- 21/09/23

O Trabalhador por aplicativo tem direitos?

Direto ao ponto - Marcelo Mascaro

Ler mais
- 16/08/23

Acordo coletivo prevalece sobre convenção coletiva?

Marcelo Mascaro Convenções e acordo coletivos têm como finalidade com...

Ler mais
- 25/05/23

A equiparação salarial entre empregados de diferentes empresas de grupo econômico

A equiparação salarial é uma decorrência lógica dos princípios da igualdade e da não discriminação. Ela está prevista no a...

Ler mais
Banheiro de local de trabalho
Mascaro na Exame - 29/07/22

A empresa pode restringir a ida ao banheiro de seus empregados?

Ler mais