Noticias - 15/07/2021

Como é feito o cálculo do 13º?

Como é feito o cálculo do 13º?

O cálculo do 13º é feito com base na quantidade de meses trabalhados pelo empregado durante o ano. Entram no cálculo os chamados “meses cheios”, quando o trabalhador totaliza mais de 15 dias trabalhados.
 
A remuneração utilizada como base de cálculo é do mês de dezembro do ano em curso, ou a do mês em que ocorrer uma eventual rescisão do contrato de trabalho. Assim, para cada mês ou fração superior a 15 dias, o empregado terá direito a 1/12 do valor de seu salário. Ao trabalhar os 12 meses do ano terá direito a um 13º salário.
 
É preciso ter em mente que todas as parcelas adicionais e habituais que integram a remuneração do empregado também serão utilizadas no cálculo do 13º, quer pelo seu total, quer pela sua média quando forem variáveis. Nessa categoria encontram-se horas extras habituais, adicional noturno, adicional de insalubridade e gorjetas, entre outros.
 
O 13º é pago em duas parcelas. Sobre a primeira não podem incidir quaisquer descontos. O pagamento desta primeira parcela será de fevereiro a 30 de novembro de cada ano e corresponderá a metade do valor do salário recebido no mês anterior pelo empregado.
 
A lei também permite que esta primeira parcela seja paga quando o empregado sai de férias, mas é preciso que seja feita uma solicitação prévia ainda em janeiro.
 
A segunda parcela deverá ser paga até 20 de dezembro de cada ano, incidindo sobre ela todos os descontos devidos (previdenciários ou de outra natureza). O valor dessa parcela será a diferença entre o que foi pago na primeira parcela e o valor da remuneração de dezembro.
 
Caso o empregado tenha sido admitido ou mesmo tenha seu contrato rescindido no curso do ano, antes de completar os 12 meses, receberá proporcionalmente, tendo por base 1/12 do valor do salário alcançado mês a mês.

Fonte: 
http://exame.abril.com.br/carreira/como-e-feito-o-calculo-13o-salario/ 

Compartilhe

Dr. Marcelo Mascaro

Advogado do Trabalho, CTO

Blog Mascaro

As tendências, oportunidades e novidades das áreas dos direitos do trabalho e cível, de gestão de pessoas e de cálculos trabalhistas e previdenciários

Noticias

Trabalhador trans tem direito a usar qual banheiro na empresa?

Advogado trabalhista explica o que a lei atual defende sobre a disponibilidade de sanitários de ac...

Ler mais
Noticias

Como combater o assédio moral no ambiente de trabalho?

Em artigo, o advogado trabalhista Marcelo Mascaro explica como atender a lei e manter um ambiente de trabalho seguro e sau...

Ler mais
Noticias

Igualdade salarial entre homens e mulheres: a empresa precisa comprovar? Como?

Advogado trabalhista explica como as companhias devem se posicionar para cumprir a lei e as possíveis penalidades, caso a ...

Ler mais
Noticias

A empresa pode fazer perguntas sobre signo e mapa astral em entrevista de emprego?

O advogado trabalhista Marcelo Mascaro explica se uma empresa pode ou não checar o signo durante o processo se...

Ler mais

Direto ao Ponto

por Dr. Marcelo Mascaro

Advogado com experiência e conhecimento, atuando na área há mais de 25 anos, Marcelo Costa Mascaro Nascimento mantém viva a tradição e a referência do nome Mascaro Nascimento.

- 21/09/23

O Trabalhador por aplicativo tem direitos?

Direto ao ponto - Marcelo Mascaro

Ler mais
- 16/08/23

Acordo coletivo prevalece sobre convenção coletiva?

Marcelo Mascaro Convenções e acordo coletivos têm como finalidade com...

Ler mais
- 25/05/23

A equiparação salarial entre empregados de diferentes empresas de grupo econômico

A equiparação salarial é uma decorrência lógica dos princípios da igualdade e da não discriminação. Ela está prevista no a...

Ler mais
Banheiro de local de trabalho
Mascaro na Exame - 29/07/22

A empresa pode restringir a ida ao banheiro de seus empregados?

Ler mais