Noticias - 15/07/2021

Fui sacar meu PIS e outra pessoa já tinha sacado. E agora?

Fui sacar meu PIS e outra pessoa já tinha sacado. E agora?

*Resposta de Marcelo Mascaro Nascimento, sócio do escritório Mascaro Nascimento Advocacia Trabalhista e diretor do Núcleo Mascaro
 
As quotas do PIS são administradas pela Caixa Econômica Federal e podem ser sacadas em diversas hipóteses, tais como aposentadoria, idade igual ou superior a 70 anos, invalidez do participante ou de dependente, neoplasia maligna do participante ou dependente, entre outras hipóteses.
 
Além disso, o trabalhador que estiver cadastrado no PIS há pelo menos 5 anos, tiver recebido de empregador contribuinte do PIS remuneração de até dois salários mínimos e tiver exercido atividade remunerada, durante pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano base considerado para apuração, terá direito ao abono anual, correspondente a um salário mínimo.
 
Para que esses saques sejam feitos é preciso apresentar documentos exigidos pela Caixa Econômica Federal. Se alguém sacou o PIS de outra pessoa sem procuração provavelmente houve erro da CEF ou fraude, como, por exemplo, apresentação de documentos falsos.
 
Verificada essa ocorrência, deve-se comunicar o fato à CEF e aguardar as providências dessa instituição, comprovando tais medidas documentalmente. Caso não seja disponibilizado o valor sacado de forma irregular, caberá o ajuizamento de uma ação.
 
Destaca-se, como medida preventiva, ser importante o acompanhamento por parte do beneficiário de sua conta do PIS, consultando seu saldo periodicamente, o que pode ser feito, inclusive, pela internet.
 

Compartilhe

Dr. Marcelo Mascaro

Advogado do Trabalho, CTO

Blog Mascaro

As tendências, oportunidades e novidades das áreas dos direitos do trabalho e cível, de gestão de pessoas e de cálculos trabalhistas e previdenciários

Noticias

Trabalhador trans tem direito a usar qual banheiro na empresa?

Advogado trabalhista explica o que a lei atual defende sobre a disponibilidade de sanitários de ac...

Ler mais
Noticias

Como combater o assédio moral no ambiente de trabalho?

Em artigo, o advogado trabalhista Marcelo Mascaro explica como atender a lei e manter um ambiente de trabalho seguro e sau...

Ler mais
Noticias

Igualdade salarial entre homens e mulheres: a empresa precisa comprovar? Como?

Advogado trabalhista explica como as companhias devem se posicionar para cumprir a lei e as possíveis penalidades, caso a ...

Ler mais
Noticias

A empresa pode fazer perguntas sobre signo e mapa astral em entrevista de emprego?

O advogado trabalhista Marcelo Mascaro explica se uma empresa pode ou não checar o signo durante o processo se...

Ler mais

Direto ao Ponto

por Dr. Marcelo Mascaro

Advogado com experiência e conhecimento, atuando na área há mais de 25 anos, Marcelo Costa Mascaro Nascimento mantém viva a tradição e a referência do nome Mascaro Nascimento.

- 21/09/23

O Trabalhador por aplicativo tem direitos?

Direto ao ponto - Marcelo Mascaro

Ler mais
- 16/08/23

Acordo coletivo prevalece sobre convenção coletiva?

Marcelo Mascaro Convenções e acordo coletivos têm como finalidade com...

Ler mais
- 25/05/23

A equiparação salarial entre empregados de diferentes empresas de grupo econômico

A equiparação salarial é uma decorrência lógica dos princípios da igualdade e da não discriminação. Ela está prevista no a...

Ler mais
Banheiro de local de trabalho
Mascaro na Exame - 29/07/22

A empresa pode restringir a ida ao banheiro de seus empregados?

Ler mais