artigos - 14/07/2021

Reflexes sobre a Reforma Trabalhista (62): Dispensa por justa causa

A redação original do artigo 482 da CLT prevê 12 hipóteses de rescisão do contrato de trabalho por justa causa do empregado, como, por exemplo: desídia no desempenho das respectivas funções, ato de indisciplina ou de insubordinação e abandono de emprego.
 
Tratam-se de hipóteses taxativas, de modo que a dispensa por justa causa do empregado deve ser fundamentada necessariamente em alguma das situações previstas nos incisos do artigo 482 da CLT. Além disso, deve respeitar os requisitos da imediatidade, da proporcionalidade entre a conduta e a punição, da ausência de dupla punição e da não discriminação.
 
Conduta dolosa
 
A reforma trabalhista, por sua vez, acrescentou uma 13ª hipótese, prevista no inciso “m” do dispositivo, que justifica a dispensa por justa causa do empregado. É a perda da habilitação ou dos requisitos estabelecidos em lei para o exercício da profissão, em decorrência de conduta dolosa do empregado.
 
Nesse aspecto merece destaque o fato de que não basta, para configurar a justa causa fundamentada no novo inciso, a perda da possibilidade do exercício profissional pelo empregado. Também é preciso que essa perda decorra de um ato doloso do trabalhador.
 
Assim, o empregado que perde sua habilitação profissional, por exemplo, por agir de forma negligente ou sem a perícia necessária, não está sujeito à dispensa por justa causa prevista no novo dispositivo legal.
 

Compartilhe

Dr. Marcelo Mascaro

Advogado do Trabalho, CTO

Blog Mascaro

As tendências, oportunidades e novidades das áreas dos direitos do trabalho e cível, de gestão de pessoas e de cálculos trabalhistas e previdenciários

Noticias

Trabalhador trans tem direito a usar qual banheiro na empresa?

Advogado trabalhista explica o que a lei atual defende sobre a disponibilidade de sanitários de ac...

Ler mais
Noticias

Como combater o assédio moral no ambiente de trabalho?

Em artigo, o advogado trabalhista Marcelo Mascaro explica como atender a lei e manter um ambiente de trabalho seguro e sau...

Ler mais
Noticias

Igualdade salarial entre homens e mulheres: a empresa precisa comprovar? Como?

Advogado trabalhista explica como as companhias devem se posicionar para cumprir a lei e as possíveis penalidades, caso a ...

Ler mais
Noticias

A empresa pode fazer perguntas sobre signo e mapa astral em entrevista de emprego?

O advogado trabalhista Marcelo Mascaro explica se uma empresa pode ou não checar o signo durante o processo se...

Ler mais

Direto ao Ponto

por Dr. Marcelo Mascaro

Advogado com experiência e conhecimento, atuando na área há mais de 25 anos, Marcelo Costa Mascaro Nascimento mantém viva a tradição e a referência do nome Mascaro Nascimento.

- 21/09/23

O Trabalhador por aplicativo tem direitos?

Direto ao ponto - Marcelo Mascaro

Ler mais
- 16/08/23

Acordo coletivo prevalece sobre convenção coletiva?

Marcelo Mascaro Convenções e acordo coletivos têm como finalidade com...

Ler mais
- 25/05/23

A equiparação salarial entre empregados de diferentes empresas de grupo econômico

A equiparação salarial é uma decorrência lógica dos princípios da igualdade e da não discriminação. Ela está prevista no a...

Ler mais
Banheiro de local de trabalho
Mascaro na Exame - 29/07/22

A empresa pode restringir a ida ao banheiro de seus empregados?

Ler mais