Turnover: tema sempre debatido

A grande rotatividade de colaboradores dentro das organizações é um tema de extrema preocupação principalmente para os gestores de equipes.

Turnover é o nome dado para a “entrada e saída” de colaboradores num ambiente corporativo e ocorre por inúmeros fatores: problemas econômicos; falta de organização interna e plano de carreira bem estruturados; agilidade da concorrência e perda de mercado; reclamações sobre salário e até instabilidade de clima organizacional.

Contudo, os principais fatores ainda são: desmotivação; ambiente do trabalho sem estrutura básica para desenvolvimento da atividade; e projetos pessoais e familiares diversos.

Um dos instrumentos mais utilizados para medir o turnover é a famigerada: pesquisa de clima organizacional, realizada de maneira periódica, onde extrai-se indicadores do nível de insatisfação e/ou satisfação, mapeando e propondo soluções para corrigir possíveis entraves internos, gerando a permanência dos colaboradores não só a organização, bem como a sedimentação da missão, visão e valores da empresa.

A escolha acertada na liderança é fator de contribuição essencial para motivação das equipes e valorização das características/habilidades dos subordinados, gerando pessoas mais comprometidas, seguras, fortalecidas e portanto, felizes!

O tão falado “salário e benefícios” cedidos ao empregado dão respaldo financeiro, mas o conforto emocional, sem dúvida é alimentado de outras formas: comunicação assertiva; tratamento cordial/equilibrado com todos da empresa; segregação da “fofoca” e planejamento interno. Estes itens definem bem as necessidades não tangíveis mais requisitadas entres os colaboradores.

Além disso, é necessário que o colaborador tenha uma moção clara de onde a organização de encontra hoje e para onde quer chegar num futuro a médio e longo prazo. É importante que a empresa saiba passar a noção real do potencial organizacional; avalie os colaboradores que, efetivamente, podem contribuir em prol do seu alcance; e finalmente, fazer com que os colaboradores visualizem o futuro por meia dela!

O sentimento de pertencimento reduz, drasticamente o turnover, prestigie e seja prestigiado, nesta relação de ganha-ganha, ninguém sai perdendo.

O segredo do sucesso organizacional, mesmo em época de tecnologia e competitividade acirrada ainda está nas PESSOAS que compõem a organização.

Compartilhe